sexta-feira, 25 de maio de 2018

PESQUISA: PREÇOS DE PÃO FRANCES E BOLO CONFEITADO - MAIO/18

O PROCON Barretos realizou pesquisa comparativa de preços de Bolo Confeitado e Pão Francês por quilo, no período de 22 a 24 de maio de 2018, em 19 estabelecimentos comerciais da cidade.

Esta pesquisa é realizada semestralmente, e em comparação a pesquisa de Novembro/2017, verificamos que ocorreram algumas variações nos preços.



Comparativo do quilo do pão francês no menor preço em relação ao mês de Novembro/2017:
- Supermercados: Na pesquisa anterior o valor estava em R$ 9,69, nesta pode ser encontrado por R$ 8,85, redução de 9,49%;
- Panificadoras: Na pesquisa anterior o valor estava em R$ 9,00, nesta pode ser encontrado por R$ 9,90, aumento de 10,00%;
- Conveniências: Na pesquisa anterior o valor estava em R$ 8,85, nesta pode ser encontrado por R$ 10,50, aumento de 18,64%;
Entre os estabelecimentos, a variação é bem maior, podemos encontrar o quilo por R$ 8,85 a R$ 12,99, representado uma diferença de 46,77%.
O bolo confeitado não apresentou alteração em relação à pesquisa anterior, permanecendo a mesma variação entre os estabelecimento, menor preço de R$ 31,98 e maior preço de R$ 49,90, representando  uma diferença de 56,03%.
Tal variação de preço dá-se pelo fato dos estabelecimentos pesquisados serem de ramos diferentes.

quinta-feira, 24 de maio de 2018


PROCON BARRETOS alerta sobre reajustes abusivos


PROCON Barretos acompanhando e monitorando os preços praticados nos postos do município, através das notas fiscais de compras, ORIENTA os consumidores que se depararem com aumentos de preços acima dos que estavam sendo praticados, deve solicitar cupom fiscal e registrar sua reclamação no órgão, para tanto deve comparecer ao setor de atendimento do PROCON no Poupatempo, munido de cópias da nota fiscal, comprovante de endereço, RG e CPF.

Ressaltamos que a nota deve conter o valor pago por litro de combustível e a quantidade abastecida.

A pratica abusiva de elevação injustificada de preço ocorre nos casos em que há aproveitamento de determinada situação, logo,  caso o consumidor constate a elevação de preços de outros produtos atingidos pela paralisação dos caminhoneiros, deverá fazer o registro da reclamação e caso venha adquirir o produto apresentar cópia da nota fiscal.

Informamos ainda que o PROCON Barretos esta em contato com o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor para adoção de uma ação conjunta, vez que o problema é nacional e extrapola a competência deste órgão municipal.